quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Internet e a Pedofilia

A internet é, de longe, o meio de comunicação mais eficaz e que mais cresce no Brasil, segundo dados da IAB (Interactive Advertising Bureau) Brasil (www.iabbrasil.org.br), em 2008, cerca de 62,3 milhões de pessoas acessaram a internet no país.

Porém, a internet é também um grande alvo para os criminosos, como por exemplo, os pedófilos. Estima-se que, em 2008, conforme relatório da Telefono Arcobaleno (Organização Italiana de luta contra a pedofilia), 36149 crianças foram exploradas para a produção de material pornográfico para a internet.

Muitos pensam que a pedofilia está muito longe, ou que só existe nas grandes cidades, mas todos aqueles que possuem filhos conectados à internet devem estar sempre atentos e tomar certas medidas de prevenção para que seu filho não seja uma das vítimas:

Abaixo, cito algumas das formas de prevenção:

  • Estar sempre vigiando a navegação, se possível, acessar a internet junto com a criança.
    Instalar o computador fora do quarto da criança, de preferência num local onde haja grande circulação de pessoas, esse cuidado torna-se ainda mais importante se o computador tiver uma webcam instalada.
  • Ensiná-los a não passar dados pessoais (nome, idade, escola onde estuda, telefone, endereço, etc) em salas de bate-papo.
  • Ter no computador, um programa capaz de rastrear o tráfego da web e que também seja capaz de bloquear determinados sites (pornográficos, por exemplo).
  • Ter acesso aos amigos que a criança faz no mundo virtual, da mesma forma como podem surgir boas amizades, também podem aparecer pessoas com más intenções.
  • Ao se deparar com algum caso suspeito de crime virtual, os pais devem entrar no site da Safernet Brasil (www.safernet.org.br ) e registrar sua denúncia. Se possível, também devem procurar uma pessoa (técnico em informática) que seja capaz de obter mais informações (Número do IP, local da conexão do infrator, etc) para auxiliar na queixa.

Existem diversas outras dicas, mas acredito que a principal seja uma boa educação, e um relacionamento capaz entre pais e filhos com muito diálogo, demonstrando interesse no “mundo virtual” do seu filho. Mais importante do que qualquer artigo, programa, filtro, ou técnica de rastreamento é a educação familiar. Essa, ainda é a melhor arma para enfrentar os perigos, não apenas da pedofilia, mas também muitos outros que existem no mundo virtual e também no mundo “off line”.

Everton do N. Siqueira ( @everton2040).

Artigo publicado no Jornal A Gazeta Notícias, dia 05 de novembro de 2009.

Um comentário:

  1. crime na internet é foda ainda mais q existe um certo anonimato neh, ai o pessoal mal intencionado abusa mesmo
    temos sempre q tomar cuidado ;)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails