quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Boleto Falso (Novo golpe na internet)

Todos aqueles que possuem um domínio “.com.br” na internet tem seus dados publicados no site registro.br.

Algumas empresas com más intenções estão a colher esses dados e enviando boletos falsos para os endereços dos responsáveis pelo site. Imagino que muitas pessoas acabam pagando esse boleto achando tratar-se de uma promoção, já que o boleto traz um valor menor que o normal e alega ser “promocional por tempo limitado”.

Recentemente, na secretaria da paróquia Nossa Senhora da Piedade, foi recebido um boleto bancário emitido pela empresa “Registrar.br.com” (sim um endereço semelhante ao endereço oficial que é registro.br) no valor de R$ 135,00. O padre entrou em contato comigo, e eu investiguei sobre o boleto descobrindo se tratar de fraude.

Gostaria de dar algumas dicas para evitar que as pessoas ou as empresas caiam neste golpe.

  • Oo receber algum boleto com data, cores ou valores diferentes (seja para mais, seja para menos), desconfie.
  • Verifique se os dados do envelope são os mesmos constantes do boleto pois geralmente, boletos falsos possuem um endereço diferente do endereço do envelope utilizado para o envio.

  • Geralmente essas empresas escondem-se utilizando-se de Caixas Postais ao invés de publicar seus dados como endereço e telefone. Caso não haja esses dados no envelope tenha um motivo a mais para desconfiar.

  • Alguns desses boletos falsos vem destinados “ao setor financeiro”, assim em grandes empresas onde o setor financeiro pouco contato tem com o setor de informática, as chances do boleto ser pago é ainda maior.

  • Nenhum provedor muda repentinamente o banco responsável pelos boletos sem prévio aviso ao consumidor. Se teu provedor emite boletos para serem pagos num banco X e o boleto chega para ser pago num banco Y, é um motivo a mais para desconfiar.

  • A empresa responsável pelo registro de domínios “com.br” é a que possui o seguinte endereço: “registro.br” – Pelos domínios “.com.br” o valor cobrado é de R$ 30,00 anuais, caso essa cobrança chegue num período menor de 12 meses, ou caso o remetente seja outro, tenha um motivo para desconfiar se tratar de fraude.
Em todos os casos, tenha em mãos o boleto recebido e entre em contato com o seu provedor de serviços para maiores esclarecimentos.

Ao constatar ser um boleto falso há duas coisas que podem ser feitas:

  • Rasgar o boleto.

  • Prestar queixa junto ao Procon ou outro órgão competente e entrar com pedido de indenização e também de punição ao responsável pela fraude.
Em todos os casos, é importante que a informação seja amplamente divulgada para evitar que pessoas desavisadas caiam no golpe e depositem dinheiro na conta de estelionatários.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Como usar o MSN sem precisar atualizá-lo

Muitas pessoas reclamam de uma falta de liberdade imposta pela Microsoft quando o assunto é MSN Messenger (ou Windows Live Messenger).

O fato é que, ao tentar fazer o login no MSN, estamos recebendo a seguinte mensagem:

Pelo Twitter, flagramos uma mensagem que resume bem a situação:

Ou seja, se você clica em "não", você simplesmente não é capaz de acessar o serviço, e é sobre isso que gostaria de falar. Um "jeitinho brasileiro" para acessar o MSN mesmo sem precisar atualizar o seu software.


COMO USAR A VERSÃO ANTIGA DO MSN


1 - Vá à pasta onde está instalado o MSN (Normalmente a pasta "C:\Arquivos de programas\Windows Live Messenger").



2 - Localize o arquivo "msnmsgr.exe" (igual esse abaixo):



3 - Clique com o botão direito e vá em "Propriedades"



4 - Na aba "Compatibilidade" marque a caixa onde está escrito "Executar este programa em modo de compatibilidade" e no menu selecione a opção "Windows 2000":



Pronto, está resolvido o problema para aqueles que possuem máquinas um pouco antigas, ou que tem preferência pela versão antiga, e querem continuar a usá-la

sábado, 7 de novembro de 2009

Uma onda está chegando

Com certeza você já ouviu, ou melhor, já leu o termo “Google Wave”. Pode não saber o que é, do que se trata, mas deve ter visto em algum lugar. Se não, está no lugar certo. E se já leu, vai saber mais sobre o assunto.

Mas afinal de contas, o que é esse tal de Google Wave?

Trocando em miúdos, o “tal” Google Wave é uma ferramenta disponível na internet (apenas por convites por enquanto), que tem essa cara:



Ele seria, mais ou menos, uma mistura saudável entre e-mail, mensageiro instantâneo e arquivos de colaboração. Além de ferramentas em tempo real para postagens em blog, comentários, envios de arquivo.

Essa onda da Google promete dar uma revolucionada no jeito que você utiliza a internet.
- Chega de envio de arquivos por e-mail, um por um, aqui o arraste-e-solte funciona normalmente, como no seu MSN.

- Chega de ficar esperando seu amigo digitar no MSN. No mensageiro, o que a pessoa escreve já aparece em tempo real para você.

- Corretor ortográfico e tradutor simultâneo são opções viáveis e inteligentes, estudando toda a sentença para corrigir e traduzir e não apenas a palavra. Tudo também em tempo real.
- Você pode escrever documentos online com quantas pessoas quiser e todas as atualizações são vistas em tempo real por todos que estão compartilhando.

- Chega de FW: RE: nos emails, no Google Wave você responde diretamente e em qual lugar do texto da pessoa quiser.

- Isso e muito mais, como jogos, integração com Google maps.

Usando o melhor do facebook, do twitter, do email, da Wikipédia, do Google docs, do MSN e até do ICQ, a Google promete com essa onda transformar o jeito que você navega na internet, interage e disponibiliza informações. É possivelmente uma ótima ferramenta para ambientes de trabalho, possibilitando interatividade online diferente da atualmente existente.

Esses dias eu recebi o meu convite e, apesar de não ter muitas pessoas nos meus contatos, pude testar algumas das ferramentas acima e, sim, o Google Wave deu uma modificada geral no jeito que a gente costuma navegar na internet e manter relacionamento com as pessoas. Testei o maps, o twitter via wave e até o sudoku que eles tem, e a conversa em tempo real com corretor ortográfico inteligente é divina. Fica a dica! Estou no aguardo para receber os convites para repassar e se você já o tiver, me adicione: vernequeneto@googlewave.com.

Texto por @vernequeneto

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Internet e a Pedofilia

A internet é, de longe, o meio de comunicação mais eficaz e que mais cresce no Brasil, segundo dados da IAB (Interactive Advertising Bureau) Brasil (www.iabbrasil.org.br), em 2008, cerca de 62,3 milhões de pessoas acessaram a internet no país.

Porém, a internet é também um grande alvo para os criminosos, como por exemplo, os pedófilos. Estima-se que, em 2008, conforme relatório da Telefono Arcobaleno (Organização Italiana de luta contra a pedofilia), 36149 crianças foram exploradas para a produção de material pornográfico para a internet.

Muitos pensam que a pedofilia está muito longe, ou que só existe nas grandes cidades, mas todos aqueles que possuem filhos conectados à internet devem estar sempre atentos e tomar certas medidas de prevenção para que seu filho não seja uma das vítimas:

Abaixo, cito algumas das formas de prevenção:

  • Estar sempre vigiando a navegação, se possível, acessar a internet junto com a criança.
    Instalar o computador fora do quarto da criança, de preferência num local onde haja grande circulação de pessoas, esse cuidado torna-se ainda mais importante se o computador tiver uma webcam instalada.
  • Ensiná-los a não passar dados pessoais (nome, idade, escola onde estuda, telefone, endereço, etc) em salas de bate-papo.
  • Ter no computador, um programa capaz de rastrear o tráfego da web e que também seja capaz de bloquear determinados sites (pornográficos, por exemplo).
  • Ter acesso aos amigos que a criança faz no mundo virtual, da mesma forma como podem surgir boas amizades, também podem aparecer pessoas com más intenções.
  • Ao se deparar com algum caso suspeito de crime virtual, os pais devem entrar no site da Safernet Brasil (www.safernet.org.br ) e registrar sua denúncia. Se possível, também devem procurar uma pessoa (técnico em informática) que seja capaz de obter mais informações (Número do IP, local da conexão do infrator, etc) para auxiliar na queixa.

Existem diversas outras dicas, mas acredito que a principal seja uma boa educação, e um relacionamento capaz entre pais e filhos com muito diálogo, demonstrando interesse no “mundo virtual” do seu filho. Mais importante do que qualquer artigo, programa, filtro, ou técnica de rastreamento é a educação familiar. Essa, ainda é a melhor arma para enfrentar os perigos, não apenas da pedofilia, mas também muitos outros que existem no mundo virtual e também no mundo “off line”.

Everton do N. Siqueira ( @everton2040).

Artigo publicado no Jornal A Gazeta Notícias, dia 05 de novembro de 2009.

domingo, 1 de novembro de 2009

Escrevendo com a letra do Twitter

Alguns recorrem a fontes personalizadas (existem diversas na rede), mas eu considero o site Twitlogo a forma mais prática de você escrever textos com a fonte do Twitter.

Com ele, basta você escrever a palavra que você deseja, dar um clique e será salvo a sua palavra com a fonte do Twitter.

Ainda é possível mudar as cores, o fundo, o tamanho da letra, etc

Experimente...

Acesse: http://www.twitlogo.com/

Só como exemplo, as letras da imagem abaixo foi feita no site Twitlogo

Related Posts with Thumbnails