terça-feira, 29 de setembro de 2009

Dicas para evitar spam

Dando continuidade ao artigo publicado semana passada (O que é spam?), trago algumas dicas para aqueles que constantemente utilizam-se de e-mails, tanto para fins profissionais, como para fins particulares.

Este artigo, longe de querer esgotar o assunto, quer apenas orientar para algumas propostas práticas de conscientização, para que possamos tornar o ambiente virtual mais agradável:

  • Ao receber um e-mail, verifique sempre os links antes de clicar, geralmente os vírus ou links maliciosos estão “disfarçados”; no e-mail aparece um link, mas ao clicar abre-se outra página totalmente diferente. Na dúvida, passe o mouse sobre o link (SEM CLICAR) e verifique se o endereço que aparece na parte esquerda da barra de status (parte inferior da tela) é o mesmo que aparece na mensagem. Caso seja diferente, delete imediatamente o e-mail, não repasse a ninguém e, se possível, avise o seu provedor.

  • Algumas pessoas podem perguntar: “Mas foi uma pessoa muito querida que mandou o e-mail, sei que ela não me mandaria um vírus, posso então clicar em todos links que ela me manda?”Não. Muitos dos vírus recebidos por e-mail, quando infectam um computador, fazem com que esse e-mail seja repassado a todos os e-mails de sua lista de contatos, assim você acha que teu amigo lhe enviou um e-mail, mas na verdade ele é uma vítima, repassando o vírus automaticamente a você.

  • Ao repassar um e-mail que você tenha gostado, apague todo o histórico das pessoas que já receberam o e-mail. Não faça como alguns que simplesmente clicam em “Redirecionar” e daí mandam com o título: “FW: assunto” com aquele monte de endereços, e somente no final o conteúdo em si. Outro dia, recebi um e-mail que continha mais ou menos 400 endereços antes do conteúdo. Precisei baixar a barra de rolagem umas 8 vezes até chegar no teor da mensagem, TOTALMENTE IRRITANTE! Imagine ainda se uma dessas 400 pessoas seja uma pessoa má intencionada ou que algum criador de vírus ou spammer tenha acesso a essa lista? – Parabéns, você acaba de contribuir com um mercado criminoso que movimenta bilhões de dólares anualmente.

Claro que, além destas dicas, existem muitas outras que poderiam ser dadas , àqueles que quiserem ler mais sobre o assunto, recomendo, além do nosso blog (Pandemia Digital), dois sites de especialistas que trabalham com segurança, onde podem ser encontradas várias outras informações sobre vírus, e dicas para uma boa navegação.

www.olhardigital.com.br

www.invasao.com.br

Everton do N. Siqueira - (Twitter: @everton2040)

Artigo publicado originalmente no Jornal A Gazeta Notícias, dia 24 de setembro de 2009.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Atendimento on line no teu blog/site

Sabe aqueles sites de venda, onde você entra em contato com algum dos atendentes on line. Geralmente isso é feito através de um software pago (os freeware que conheço possuem péssima qualidade e excesso de propagandas), mas existe um meio bem simples de se fazer uma página de atendimento on line para colocar no site de tua empresa e atender teus clientes, utilizando-se para isso do bom e conhecido Msn Messeger.
Claro que isso não serve apenas para empresas, se você possui um blog, ou um site pessoal e quer deixar uma maneira de ter contato em tempo real com os visitantes, eis aí uma maneira boa.

A primeira coisa a ser feita é acessar a seguinte página:

http://settings.messenger.live.com/applications/WebSettings.aspx

Após fazer o login, aparecerá a seguinte tela:



Marque a caixa de seleção onde está escrito "Permitir que qualquer pessoa na Web veja a minha presença e me envie mensagens".

Após marcar a caixa, clique em salvar:


Depois clique em "Criar Html"

Na página que abriu, você pode configurar o modelo, o tamanho e a cor que deseja inserir no seu site.

Feito isso, basta copiar o código html que aparecerá na caixa abaixo das configurações e colar na tua página:

Após feito isso, qualquer pessoa poderá entrar em contato com você, em tempo real, sem precisar de nenhum programa instalado (Nem mesmo Msn precisa estar instalado para entrar em contato através desta ferramenta). Basta apenas digitar um nome, e a conversa se iniciará em tempo real.

Para testar essa ferramenta, coloco abaixo um Atendimento Pandemia Digital. Se eu estiver on line, faça o teste: envie uma mensagem pra mim!



Everton do N. Siqueira (Twitter @everton2040)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

O que é Spam?

Talvez muitos não saibam o que é spam, outros sabem, mas não dão a devida importância.

Spam são mensagens não solicitadas (lixo eletrônico).

Aquelas mensagens que você recebe sem pedir, e que não te serve de nada.

Um dos tipos de spam conhecidos são as mensagens catastróficas, ou apocalípticas, com histórias assustadoras. Muitos, por ignorância e por medo, acabam repassando a mensagem e contribuindo com esse crime digital. Um bom exemplo é uma famosa mensagem que circulou (ainda circula) na internet, alertando sobre uma cartilha americana mostrava no mapa o Estado do Amazonas como território americano. Convém lembrar que essa cartilha NÃO EXISTE, isso tudo é história inventada por “Teorias da Conspiração” com o propósito de gerar spam, já que muitos acreditam em tudo que lêem e acabam repassando como se fosse uma verdade, sem ao menos investigar sobre o assunto.

Outro tipo famoso de spam são as correntes que prometem “renda extra” ou novas oportunidades milagrosas de emprego. Geralmente, trazem links, para você “iniciar seu negócio”, para tanto, você precisa, antes de tudo, adquirir (pagando) um “Manual” para aprender a fazer esse suposto negócio.

Outro tipo de spam de corrente, muito comum, são as correntes supersticiosas: “Repasse esse e-mail para vinte pessoas num prazo de uma hora, e você irá conhecer o amor da sua vida”. Outros ainda assustam as pessoas, prometendo maldições para quem não repassar o e-mail adiante. Essas maldições vem em forma de testemunhos bizarros e ridículos (mas que infelizmente ganham a credibilidade de muitos): “Dona Maria recebeu este e-mail, não repassou, e em dois dias foi atropelada e amputou as pernas - Dona Joana recebeu, passou adiante e em uma semana ganhou na Mega Sena”. Parece piada, mas muita gente acredita, pois até eu mesmo recebo, as vezes, estas correntes de pessoas próximas a mim.

Outro tipo, talvez o mai perigoso, são e-mails que fingem ser de empresas e tratam-se na verdade de Estelionatos Virtuais. Exemplo: “Você recebe um e-mail dizendo ser do Banco do Brasil, alertando problemas na sua conta, para resolver o problema, você é convidado a clicar num link, e entrar com o número de sua conta e com sua senha – Pois bem, este link, na verdade, redireciona a uma página idêntica ao site do banco, porém, por se tratar de um site falso, digitando sua senha você estará dando de bandeja o número de sua conta, e a senha do seu cartão. Esse tipo de e-mail enganava tantas pessoas que várias empresas (principalmente bancos) começaram a avisar seus clientes deste tipo de estelionato e como se prevenir dos mesmos.

Infelizmente o spam domina a internet, pesquisas recentes afirmam que 90% do tráfego de e-mails hoje, é composto de spams.

Hoje, o spam causa um prejuízo de 50 bilhões de dólares ao ano, gasto esse calculado com o tempo que os funcionários gastam para limpar o e-mail das empresas, bem como gastos com energia elétrica utilizados para enviar esses e-mails, etc.

Para os que estão preocupados com o meio-ambiente, um dado ainda mais alarmante, Segundo relatório da McAfee, cada spam enviado consome aproximadamente 0,3 gramas de dióxido de carbono.Parece pouco, o equivalente a andar de carro por um metro, mas se multiplicar essa quantidade pela quantidade de spam produzido no período de um ano (62 trilhões por ano), seria como dar a volta na Terra 1,6 milhões de vezes. Para o efeito estufa, isso seria o mesmo que 3,1 milhões de automóveis consumindo 7,6 bilhões de litros de gasolina.

Percebendo agora, o quanto o spam é prejudicial para as empresas, para a economia, e também para o meio ambiente, precisamos nos conscientizar. Na próxima semana, trarei algumas dicas de segurança e de prevenção contra essa praga virtual chamada spam.

Artigo publicado originalmente no Jornal A Gazeta Notícias, dia 17 de setembro de 2009.

Everton do N. Siqueira

A continuação deste artigo pode ser lida aqui

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Twitter e Ética pessoal

"Na semana passada, escrevi um artigo explicando um pouco sobre o “Universo Twitter”, hoje gostaria de tocar num assunto de vital importância para aqueles que querem fazer uso desta rede social.

Relembrando o que aconteceu historicamente com o serviço do Orkut; de início as pessoas buscavam amigos com o mesmo interesse, criavam comunidades e debatiam sobre os assuntos que mais lhe agradavam. Hoje o que vemos são comunidades sem nenhum sentido e uma luta fútil para possuir mais amigos (ou, pior ainda, quem possui mais perfis com o nome LOTADO)

Para que não tenhamos o mesmo problema no Twitter, sugiro algumas dicas, que dirijo especialmente aos jovens:

Não siga aleatoriamente diversas pessoas: perfis que seguem milhares de pessoas, passam a impressão que não conseguem ler tudo (E realmente não conseguem. Por experiência própria, sigo apenas 80, e em 3 horas off-line perco muita coisa). Siga apenas as pessoas que tem algum em comum contigo – Utilize a busca para selecionar quem você vai seguir.

Preencha seu perfil: Escreva sua BIO de modo que as pessoas saibam quem é você (Sou fulano, trabalho nisso, e tenho interesse nisso), coloque sua cidade e o site onde as pessoas podem saber mais sobre você, se você não tem um site, nem blog, coloque teu endereço do orkut, do facebook, do flicker, etc.

Escreva corretamente: Embora na internet seja comum abreviações de termos como “vc = você”, “hj = hoje”, evite os abusos; só abrevie essas palavras caso sua mensagem não caiba nos 140 caracteres.

Miguxês: Se uma coisa é abreviar, outra totalmente diferente, que é um explícito atestado de burrice, são as pessoas que escrevem assim: “OieEeE MihIGuxXxXo” A menos que você esteja a falar com uma criança de 3 anos de idade, não utilize-se desse dialeto ridículo.

Se o limite de caracteres existe, respeite-o, caso queira paquerar, ter uma longa conversa, ou querer saber do seu amigo(a) “como estava a balada sábado passado”, utilize o MSN, ICQ, Skype, ou mesmo um chat (Uol por exemplo), mas não faça isso no Twitter, senão você vai encher a página inicial de várias pessoas, com assuntos que não lhes interessam, e vai ver seu número de seguidores diminuir drasticamente.

Não ignore ninguém, mesmo que seja alguém desconhecido, caso falem com você, pelo menos agradeça “Obrigado pela mensagem”, sendo o Twiter uma rede social, seja sociável”; pessoas anti-sociais contrariam totalmente o propósito pelo qual essa ferramenta foi criada.A menos que você seja uma celebridade como o Rubens Barrichello, que recebe mais de 100 mensagens por hora, não será necessário tanto tempo para retribuir a atenção recebida.

Existem muitas outras dicas, que podem ser seguidas, afim de tornar a “twitosfera” mais saudável e agradável, em caso de dúvidas a velha regra do bom senso ainda válida: “Não faça com os outros o que não gostaria que fosse feito contigo.”

Um ótimo final de semana a todos, até a próxima.

Everton do N. Siqueira (@everton2040)

Artigo publicado no jornal A Gazeta Notícias, dia 10 de setembro de 2009.

sábado, 19 de setembro de 2009

United Breaks Guitars - A United quebra violões - Legendado

Conforme a proposta deste blog, resolvi trazer um vídeo, um viral.
Para quem não sabe o que é, trago a definição da Wikipedia: "Marketing viral ou publicidade viral referem-se a técnicas de marketing que tentam explorar redes sociais pré-existentes para produzir aumentos exponenciais em conhecimento de marca, com processos similares à extensão de uma epidemia."

Dave Carroll teve seu violão danificado durante um vôo da United Airlines e utilizou sua habilidade de músico para expressar sua indignação com a forma como foi tratado pela empresa. Essa atitude se transformou no novo hit da internet.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O que é o Twitter?

Muitos já devem ter ouvido falar, mas não conhecem, outros, não conseguiram ninguém capaz de explicar o que é, afinal de contas, esse Twitter.

Twitter, para aqueles que já possuem noções básicas da Web, seria quase uma mistura de Msn, blog e orkut. Na verdade, trata-se de uma ferramenta de micro-blogagem, uma rede-social que permite a seus usuários enviar mensagens, bem como saber o que está acontecendo em qualquer parte do mundo, tudo em tempo real.

Para explicar àqueles que não possuem um domínio das noções básicas da Web, vou utilizar a metáfora do e-book “Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter”: “O Twitter é como o seu bar favorito funcionando dia e noite: a hora que você aparecer encontrará alguns frequentadores habituais e mais outras pessoas relacionadas a eles. Você poderá ficar para um dedo de prosa durante um intervalo no trabalho ou passar horas interagindo e trocando idéias.

O orkut é uma das ferramentas mais conhecidas no Brasil, porém, seu uso banalizou-se, seja com o envio de correntes, ou de mensagens sem nexo, seja com pessoas querendo “add” qualquer pessoa que aparece pela frente. Além disso, o Orkut, para a grande maioria, se tornou um espaço fútil para exibir fotos e receber elogios forçados.

Já no Twitter, existem duas listas, uma de pessoas que você segue “following” (você recebe as mensagens deles em tempo real), e uma lista de pessoas que te seguem “followers” (pessoas que recebem as suas mensagens em tempo real). Assim, uma pessoa famosa, como, por exemplo, Rubinho Barrichello (@rubarrichello), possui cerca de 160 mil seguidores (followers) enquanto está seguindo apenas 78 (recebe as mensagens dessas 78, embora mais de 160 mil recebam as tuas).

Isso se aproxima mais do que acontece no mundo real.No mundo real, nem todos que você conhece te conhecem e vice-versa...Certamente você, leitor, conhece o Nelson Piquet (@NelsonPiquet), Luciano Hulk(@huckluciano) e Maurício de Souza (@mauriciodesousa) (todos eles tem Twitter) mas provavelmente, eles não te conhecem, como também não conhecem a mim.

No Twitter, para evitar mensagens longas, e cansativas (isso torna-se extremamente importante quando a pessoa segue muita gente, e precisa arranjar tempo para ler tudo) existe um limite de caracteres que podem ser colocados numa mesma postagem (twittada).Esse valor é de 140, já que, muitas pessoas utilizam-se do celular para a postagem de suas mensagens. Como no celular, um torpedo tem o limite de 160 caracteres, os criadores do Twitter diminuíram em 20 (20 caracteres para digitar o destinatário (caso haja) da mensagem que será enviada).

Além das pessoas físicas, hoje (e aqui entra a parte que mais me interessa) muitas empresas também se utilizam do Twitter, por ser um serviço grátis, e de comunicação instantânea. Imagine que um comerciante do varejo (dono de uma padaria por exemplo) resolve fazer uma promoção “Somente nesta sexta-feira – leve 2, pague 1”, ao invés de imprimir panfletos e distribui-los (vale lembrar a dificuldade de entregar os panfletos para as pessoas certas e a tempo), bastaria entrar no Twitter e enviar a sua twittada, e automaticamente, todos os clientes que seguem sua empresa (followers – provavelmente aqueles que já admiram sua empresa, seus serviços e/ou seus produtos), recebem esta promoção. Caso o computador esteja com problema, isso pode ser feito via celular. E isso não vale apenas para pequenas e médias empresas, recentemente a Suzuki anunciou que lancará seu próximo modelo de veículo pelo Twitter.

Eu poderia escrever mais sobre as vantagens de se usar o twitter, talvez nem mesmo todo esse jornal fosse suficiente para abordar todas. Para finalizar, deixo um convite aberto a todos que leram esta mensagem:

Criem sua conta no site www.twitter.com e me sigam : @everton2040

Recomendo também mais duas pessoas daqui de Itapeva, que me ajudaram no texto, e que também podem ajudar os itapevenses a entender melhor o serviço : Fábio - (@fabioalm) e Xavier (@marcosxaviergil).

Caso se interessem em saber mais, fiquem a vontade para nos perguntar nos endereços acima.

Everton do N. Siqueira é estudante de Marketing. - everton2040@hotmail.com

Artigo publicado originalmente no jornal A Gazeta Notícias, 03 de setembro de 2009,Folha II, página 02.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Acabei de criar meu Twitter - O que eu faço?

Passos iniciais para quem acabou de criar o seu Twitter...



Sigam a Pandemia no Twitter: @pandig

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Bem vindos ao Pandemia Digital

Assim como uma pandemia se alastra de forma exponencial, o princípio desse blog é colocar informações relevantes, de forma que elas se espalhem e façam atingir a todos os tipos de internautas, desde os iniciantes, até os mais experientes.

Muitos podem ler e achar uma comparação tola, pois um blog tão pequeno parece não ter tanto efeito, mas isso apenas reforça a coerência do nome, pois todas pandemias, de início, parecem inofensivas: assim foi na Gripe Espanhola, início do século XX, assim foi na Febre Asiática, em 1957, assim está sendo com a Gripe A H1N1 (gripe suína)...

ASSIM É A PROPOSTA DO BLOG PANDEMIA DIGITAL!

Related Posts with Thumbnails